quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Colheita de Janeiro

Os livros aumentam, e o tempo para os ler diminui cada vez mais. Mas vou tentar dedicar-me a sério em 2013. Quero atingir um bom número de livros lidos.
Neste mês de Janeiro, a lista de aquisições é longa, composta por compras, ofertas e livros ganhos em passatempos. Bem que podia ser assim todos os meses:


    

   

    

  

Novidades ASA - Fevereiro

Diário Secreto de Uma Mulher
Sophie Morgan
Nº de páginas: 288
Lançamento: 16 de Fevereiro

Sinopse
«Sophie Morgan é uma jovem jornalista de sucesso.
Divertida, inteligente, atraente e generosa, ela podia ser uma das suas amigas. A sua vida é absolutamente banal… com excepção de um “pormenor”: na cama, ela gosta de se entregar a um homem dominador. Sophie é uma submissa. E é também suficientemente ousada para revelar a sua arrojada vida íntima: das primeiras experiências eróticas à recém-descoberta sexualidade, na qual James, um “Christian Grey” da vida real, teve um papel fundamental. É só quando o conhece que ultrapassa verdadeiramente os seus limites. À medida que a paixão entre ambos se intensifica, a questão que coloca a si própria é: até onde será capaz de ir?
Poderá o homem perfeito ser também perfeitamente cruel?

Na senda de 50 Sombras de Grey, este ousado relato pessoal desvenda os segredos e desconstrói os mitos do que realmente significa ser submissa.
Arrojado, controverso e sensual, este Diário está recheado de uma honestidade tão surpreendente que ninguém – homem ou mulher – será capaz de o pousar. E quando terminar, o leitor vai perceber por que razão “Sophie” é um pseudónimo.»


Mariana
Susanna Kearsley
Nº de páginas: 352
Lançamento: 23 de Fevereiro

Sinopse
«Ela tinha apenas cinco anos quando viu Greywethers pela primeira vez, mas soube de imediato que aquela era a sua casa. Vinte e cinco anos depois, tornou-se finalmente sua proprietária. Mas Julia depressa começa a suspeitar de que existe algo de poderoso e inexplicável por detrás da sua decisão radical de abandonar Londres e começar de novo numa pequena aldeia. Os novos vizinhos são calorosos e acolhedores, muito particularmente Geoff, o aristocrático proprietário de Crofton Hall, com quem sente uma ligação imediata. Mas a vida tal como ela a conhecia acabou, e outra bem diferente está prestes a começar. Uma vida que inclui Mariana, que habitou aquela mesma casa trezentos anos antes e cujo destino ficou tragicamente por cumprir. A história de Mariana vai-se revelando a pouco e pouco, apoderando-se da sua vida como um feitiço. Ao longo dos séculos que separam as duas jovens, uma promessa de amor eterno aguarda o desfecho que o destino lhe negou. Conseguirá Julia desvendar no presente os enigmas do passado? Será que Mariana esteve sempre à sua espera?»

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Novidade ASA: "Corações Gelados" de Laurie Anderson

Nº de páginas: 232
Colecção: Livros Com Sentido
Lançamento: 26 de Fevereiro

Sinopse
«Eu sou aquela rapariga. Eu sou o espaço entre as minhas coxas, a luz do sol a derramar-se entre elas. Eu sou a auxiliar de biblioteca que se esconde na "Fantasia". Eu sou a aberração de circo enclausurada em cera. Eu sou os ossos que eles querem, ligados num molde de porcelana.» Viajei na terra dos Corações Gelados devido às inúmeras leitoras que me escreveram a contar a sua luta com distúrbios alimentares, automutilação e sensação de andarem perdidas. A sua coragem e sinceridade puseram-me no caminho para encontrar Lia e ajudaram-me a compreender a sua devastação. Embora não seja uma história da vida real, Lia foi inspirada nessas leituras, e por isso lhes estou muito grata.

A autora
Laurie Halse Anderson é uma autora de bestsellers, presença frequente no Top do The New York Times, que escreve livros para pessoas de todas as idades. Conhecida por abordar temáticas difíceis com frontalidade, sensibilidade e humor, já recebeu e foi nomeada para muitos prémios. Grita foi finalista do National Book Award. Em 2009, Laurie foi agraciada com uma distinção da YALSA - The Young Adult Library Services Association, por mérito na edição de livros para jovens e adultos.

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Novidades Quinta Essência - Fevereiro

Letal
Sandra Brown

Nº de páginas: 456
Lançamento: 8 de Fevereiro

Sinopse
«Quando a filha de quatro anos lhe diz que está um homem doente no seu jardim, Honor Gillette corre a ajudá-lo. Mas esse «doente» revela ser Lee Coburn, o homem acusado de assassinar sete pessoas na noite anterior. Perigoso, desesperado e armado, ele promete a Honor que ela e a filha não irão magoar-se se ela fizer tudo o que ele lhe pedir. Honor não tem alternativa a não ser aceitar a sua palavra. Em breve Honor descobre que nem as pessoas mais próximas de si são de confiança. Coburn afirma que o seu falecido marido possuía algo extremamente valioso que coloca Honor e a filha em perigo. Coburn está ali para levar consigo esse objeto - a qualquer custo. Dos escritórios do FBI em Washington, D.C. a um velho barco no litoral da Louisiana, Coburn e Honor fogem das pessoas que juraram protegê-los e desvendam uma teia de corrupção e depravação que os ameaça não só a eles, mas à própria sociedade.»


Nas Asas do Amanhã
Sarah Sundin
Nº de páginas: 472
Lançamento: 22 de Fevereiro

Asas de Glória - Livro 3

Sinopse
«Quando o marido morre na guerra do Pacífico, Helen Carlisle oferece-se como voluntária para o esforço de guerra, a fim de ocultar os seus sentimentos. No entanto, manter a aparência de viúva inconsolável de um herói local está a deixar a sua marca. Em breve algo irá ceder. O tenente Raymond Novak prefere o púlpito ao cockpit. O seu trabalho a treinar pilotos de B-17 permite-lhe ter uma vida pessoal... e dá-lhe uma desculpa conveniente para ignorar o seu maior medo. Quando a bela Helen conquista o seu coração, ele mostra-se decidido a merecê-la e a desposá- la. Ray e Helen veem-se então forçados a arriscar as suas reputações e as suas vidas; irão eles enfrentar e conquistar os desafios que têm pela frente? E poderá o seu jovem amor sobreviver até ao regresso da paz? Cheio de drama, coragem e romance, Nas Asas do Amanhã encerra de forma magistral a popular série «Asas de Glória».»


Um Beijo Inesquecível
Teresa Medeiros
Nº de páginas: 336
Lançamento: 22 de Fevereiro

Sinopse
«Laura Farleigh precisava de um marido. Se quisesse manter um teto sobre a cabeça dos irmãos, a orgulhosa filha do reitor teria de casar até ao dia do seu vigésimo primeiro aniversário. Ao encontrar inconsciente na floresta um misterioso desconhecido de rosto angelical e corpo de Adónis, que não se lembrava do nome e do passado, decide reclamá-lo como seu. Mal sabia ela que aquele anjo caído era afinal um demónio disfarçado. Sterling Harlow, o famoso devasso conhecido como o «Demónio de Devonbrooke», acorda com o beijo encantador de uma formosa jovem que lhe confessa ser ele o seu prometido. Com as faces beijadas pelo sol e sardentas, Laura é uma jovem inocente apesar do encanto feminino das suas curvas. Quando lhe garante ser ele um perfeito cavalheiro, Sterling pergunta a si próprio se, para além da memória, terá perdido o juízo. Juraria não ser homem para se satisfazer apenas com beijos - principalmente os da doce e sensual Laura. Tentando descobrir a verdade antes da noite de núpcias, um beijo inesquecível ateia a paixão que nenhum deles alguma vez esquecerá.»


De Olhos Fechados
Eve Berlin
Nº de páginas: 280
Lançamento: 8 de Fevereiro

Sinopse
«Alec Walker é um escritor de thrillers psicológicos sombrios - e um homem que vive para as suas emoções. Desde motos a skidiving, passando por nadar com tubarões, a sua busca incessante de prazer e excitação não tem fim. Essa busca estende-se também às suas relações pessoais, onde nenhuma regra limita os seus desejos. A única coisa que Alec teme é o amor - e permitir que outra pessoa o conheça realmente. Enquanto faz investigação para um livro sobre extremos sexuais, Dylan entrevista Alec - e anseia por saborear a tentação que ele lhe oferece. No entanto, Alec é um dominador famoso e ela recusa entregar-lhe o controlo. Lenta e sedutoramente, Alec mostra-lhe que ao entregar-se-lhe de forma incondicional e submeter-se a todos os seus desejos, ela poderá experimentar o derradeiro prazer. Porém, para poder ficar com a mulher que pela primeira vez o faz ajoelhar, será Alec capaz de correr o maior de todos os riscos e entregar o seu coração? Embalados por um misto de prazer e apreensão, o casal vê-se numa situação tentadora enquanto evita entregar-se ao sentimento que nasce entre eles.»

domingo, 27 de janeiro de 2013

O Hobbit



Título original: The Hobbit
Autor: J. R. R. Tolkien
Nº de páginas: 264
Editora: Publicações Europa-América
Colecção: Contemporânea

Sinopse
«Esta é a história da aventura de um Baggins, que deu consigo a fazer e a dizer coisas completamente impensáveis…
Bilbo Baggins é um hobbit que desfruta de uma vida confortável e sem qualquer ambição. Ele raramente se aventura em viagens, não indo mais longe do que até à dispensa de sua casa, no Fundo do Saco. Mas este conforto será perturbado por Gandalf, o feiticeiro, e por um grupo de treze anões, que num belo dia chegam para o levar numa viagem «de ida e volta». Eles têm um plano para pilhar o espantoso tesouro de Smaug, o Magnífico, um dragão enorme e extremamente perigoso. Encontros inesperados com elfos, gnomos e aranhas gigantes, um dragão que fala, e ainda a presença involuntária na Batalha dos Cinco Exércitos, são apenas algumas das experiências por que Bilbo passará.
"O Hobbit" é o prelúdio de "O Senhor dos Anéis" e já vendeu milhões de cópias desde a sua publicação, em 1937. É claramente um dos livros mais amados e influentes do século XX.»

Opinião
Foi assim que me introduzi na tão aclamada e grandiosa obra de Tolkien. Há muito que pretendia conhecer se as suas histórias eram, de facto, tão fantásticas nos livros como figuravam no ecrã. Esperei pela oportunidade de aceder à Terra Média pelo ponto de vista genuíno do autor, e ela surgiu com a recente adaptação cinematográfica de O Hobbit, a aventura que precede O Senhor dos Anéis. Foi inevitável ficar absorto novamente naquele mundo místico, obscuro e encantador, e daí parti para a leitura deste livro. Livro esse que, na verdade, é bastante pequeno. Mas o tamanho é apenas uma questão ínfima, quase tão ínfima quanto as poucas páginas que o constituem. Porque em comparação com o que nos é apresentando no interior, tais pormenores dissipam-se. É claro, no entanto, que no fim fica a sensação de se querer muito, muito mais.

Tal como o título indica, o principal assunto gira em torno de um hobbit, mas um hobbit muito particular, diferente dos outros da sua espécie. Este hobbit chamava-se Bilbo Baggins. O modo como Tolkien nos apresenta inicialmente esta figura não difere do modo como apresenta os que a ela são semelhantes - os outros hobbits, criaturas que gostam do sossego, de estabilidade e tantas outras coisas semelhantes que o livro particulariza. Mas se no início a personalidade de Bilbo se confunde com esses princípios, então é no decorrer da narrativa que somos confrontados com outra faceta de Bilbo, aquela que provém dos seus antepassados Took, a aventureira e curiosa, a impulsiva e revolucionária. Esta dualidade que percorre praticamente toda a obra é fascinante na medida que permite assistir ao crescimento de Bilbo e às suas sucessivas mudanças quanto ao habitual pensamento de um hobbit. Por outras palavras, é com a inesperada aventura que Bilbo adquire o verdadeiro conhecimento de si próprio, a revelação do que realmente é, e que nunca antes percebera.

Mas quanto à história em si mesma, há muitos pontos por onde tocar pois basta dizer que esta história é uma grande e longa aventura. Aventura essa que se inicia pelas mãos de uma das personagens mais fantásticas deste universo. Claro que me refiro a Gandalf, o feiticeiro amplamente carismático, divertido, honesto e íntegro. É ele que, num acto inteiramente inesperado a Bilbo, surge para o convidar a fazer parte de uma aventura, que envolve motivações e objectivos de anões. São treze anões que Gandalf conduz ao buraco do hobbit e treze apresentações formidáveis que Tolkien nos oferece. Cada um deles constitui uma personalidade específica, inconfundível e marcante, e deveras hilariante nalguns casos (especialmente Bombur), o que torna os momentos da leitura mais descontraídos, tanto quando o tom é mais obscuro como quando não o é. Pena a obra não ser mais longa para poder assistir a um maior aprofundamento destas personagens, pois o pouco que delas fica cativa e deslumbra.

Juntamente com Bilbo e Gandalf, os anões prosseguem a sua aventura por entre cenários deslumbrantes ao longo de vários cantos da Terra Média. Desde montanhas a florestas, vales ou grutas, Tolkien conduz-nos por uma diversidade de ambientes e povoações (incluindo elfos e gnomos, entre outras criaturas) servindo como um guia que nos relata o que é característico neste mundo, quais os ideais de cada gente e as relações que estabelecem entre si. É particularmente interessante o facto de Bilbo assistir a toda esta composição e integrar-se nela naturalmente, como se já estivesse familiarizado com todo a diversidade de costumes e locais fora da sua terra de  hobbits.

Toda a viagem é fascinante de todos os pontos de vista, mas devemo-nos lembrar que este livro tem um propósito. Não é ao acaso que esta leitura é aconselhada a quem deseja envolver-se no mundo do Senhor dos Anéis, não só porque é como que uma breve introdução à história, mas também por nela se conter o episódio que gera mais tarde o assunto principal da obra. Ou seja, é neste livro que Tolkien dá a conhecer Gollum, embora muito superficialmente. Essa criatura fria e distorcida é a detentora do anel e trava conhecimento com Bilbo, num episódio muito original que me deixou intrigado por ser algo diferente, com o qual o leitor é obrigado a interagir. Foi este o momento que mais prazer me deu. Será escusado referir como termina esse encontro, pois só de uma maneira o anel passa para Frodo. No entanto, é com o anel que se revela a inocência e humildade de Bilbo. O fim para o qual é usado, quer nesse episódio como no resto da obra, nada tem que ver com cobiça ou mau génio. É, para Bilbo, um "precioso" instrumento que o ajuda na sua jornada.

Para além da magia com que Tolkien nos maravilha através da sua fantástica imaginação para a criação de personagens e elementos, existe também outra magia nesta obra. O tom leve com que está escrita envolve-nos nela tão facilmente e tão profundamente como se o autor estivesse perto de nós, a contar-nos a história, palavra por palavra e reflectindo a emoção patente nos diálogos, tal como uma história contada a crianças. Ainda assim, não chega a ser demasiado infantil, o que poderia acontecer mas que graças à mestria do autor não chega a acontecer. Em certos períodos a escrita é pormenorizada, adquirindo uma maior seriedade, enquanto que noutros é bastante espontânea. Inquestionável é que não há pausas e poucas são as descrições, mantendo um ritmo elevado constante até ao último capítulo.

Mas uma fantasia não fica completa sem uma batalha, e como não poderia deixar de ser, Tolkien não nos priva desse aspecto. Dum conflito que reúne indivíduos de variadas origens resultam vitórias e derrotas, mas o final é o devido para o que as personagens realmente merecem.

Mais que uma viagem, O Hobbit é uma demanda que faz sobressair o que de melhor existe em alguém, os seus anseios e receios, que revelam a verdadeira identidade aventureira de um homenzinho que a pouco ou nada se atrevera na sua vida. É a descoberta do outro lado que teima em ocultar-se bem dentro de nós, mas que inevitavelmente mais cedo ou mais tarde sente a necessidade de se afirmar. É a prova que nem sempre devemos ter certezas ou demasiadas convicções quando sabemos que ainda há muito por descobrir. Foi preciso sair para além do Fundo do Saco para Bilbo entender tudo isto e voltar consciente de que o seu buraco, embora seja o seu lar, é uma parte tão pequena das maravilhas que o mundo lhe tem para oferecer.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Novidade ASA: "Uma Casa de Família" de Natasha Solomons


Nº de páginas: 416
PVP: 17€

Um romance para todos os fãs da série de êxito mundial Downton Abbey

O livro
«Na primavera de 1938, a ameaça nazi paira sobre a Europa. Em Viena, a cosmopolita família Landau vê desaparecer muitos dos seus amigos e teme pela sua segurança. A decisão de fugir do país é dolorosa mas inevitável. Não poderão partir juntos. Elise, a filha mais nova, é enviada para Inglaterra, onde a espera um emprego como criada de uma família aristocrática. É a única forma de garantir a sua subsistência e segurança. Para trás deixa uma vida privilegiada, levando consigo apenas algumas roupas e um violino. 
Em Tyneford, ela tenta encontrar o seu lugar na rígida hierarquia da casa. É agora uma das criadas, mas nunca antes trabalhou. Tem a educação e os hábitos da classe alta, mas não pertence à aristocracia. Enquanto areia as pratas e prepara as lareiras, usa as magníficas pérolas da mãe por baixo do uniforme. Sabe que deve limitar-se a servir, mas não consegue evitar o escândalo ao envolver-se com Kit, o filho do dono da casa. Juntos vão desafiar as convenções da severa aristocracia inglesa numa história de amor que tocará todos os que os rodeiam.
Mas o mundo está a mudar. E Elise tem de mudar com ele. Em Tyneford, ela vai aprender que é possível ser mais do que uma pessoa. Viver mais do que uma vida. Amar mais do que uma vez.»

A "aldeia-fantasma" de Tyneham (Dorset, Inglaterra)
Uma Casa de Famíliade Natasha Solomons, evoca a história da aldeia-fantasma de Tyneham, localizada no Sul de Inglaterra. Em plena II Guerra Mundial, Tyneham foi requisitada pelo Ministério da Guerra inglês para campo de tiro e treino de tropas. Os cerca de 200 habitantes da aldeia foram obrigados a abandonar as suas casas de campo na véspera de Natal de 1943, tendo deixado este aviso afixado na porta da igreja:




A crítica
"Uma comovente e romântica ode a um mundo perdido.” - The Times

A autora
Natasha Solomons nasceu em 1980 e vive no Dorset, no Sul de Inglaterra. Além de escritora, é argumentista. Mr Roseblum’s List, o seu primeiro romance, foi um bestseller internacional e finalista dos Galaxy National Book Awards
Mais informações sobre a autora disponíveis em aqui e aqui.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Novidade Casa das Letras: "Na Sombra do Destino" de J.R. Ward


Nº de páginas: 748
PVP: 18,90€
Lançamento: 26 de Janeiro

O livro
«Os romances da Irmandade da Adaga Negra, de J. R. Ward, apresentaram aos leitores um mundo diferente, criativo, obscuro, violento e completamente incrível. Enquanto os guerreiros vampiros defendem a raça dos seus assassinos, a lealdade de um macho para com a Irmandade será posta à prova – e a sua perigosa natureza será revelada.
John Matthew percorreu um longo caminho desde que o encontraram a viver com os humanos, desconhecendo, por completo, a sua natureza vampírica. Quando foi resgatado pela Irmandade, ninguém podia imaginar qual era a sua história ou a sua verdadeira identidade. Na realidade, Darius, o Irmão caído, retornou, mas com um rosto diferente e um destino completamente marcado. Quando uma violenta vingança pessoal arrasta John até ao coração da guerra, ele terá de contar não só consigo próprio mas também com quem ele foi antes. Só assim poderá enfrentar e erradicar o mal encarnado.
Xhex, uma assassina symphath, há muito que lutava contra a atração que sentia por John Matthew. Já tendo perdido um amante para a loucura, ela não permitirá que nenhum outro homem que ame fique preso na escuridão da sua vida perversa. Contudo, ambos descobrem que o amor, tal como o destino, é inevitável para as almas gémeas.»

A crítica
«Tão erótico e romântico como viciante.» - Publishers Weekly

A autora
J.R. Ward vive no Sul dos Estados Unidos, com o seu marido incrivelmente generoso e o seu amado golden retriever. Depois de se ter formado em Direito, começou a sua vida profissional na área da saúde. A escrita foi sempre a sua paixão, e a sua ideia de Céu é um dia inteiro com mais nada além do seu computador, o seu cão e a caneca de café. Este é o oitavo volume da saga «Irmandade da Adaga Negra», a continuação de Na Sombra da Noite, Na Sombra do Dragão, Na Sombra do Pecado, Na Sombra do Desejo, Na Sombra do Sonho,  Na Sombra do Amor e Na Sombra da Vingança.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Editorial Presença: Super Saldos


Clique na imagem para aceder aos títulos disponíveis.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Lua de Papel com os dois livros mais vendidos de 2012

            

De acordo com os dados da GfK, o bestseller internacional As Cinquenta Sombras de Grey, de E L James (edição Lua de Papel), foi o título mais vendido em Portugal no ano de 2012. Com 13 edições, para um total de 120.000 exemplares colocados no mercado, a obra foi a mais vendida em termos absolutos (ficção e não ficção). 
Da mesma autora foram publicados em 2012 os volumes dois e três da trilogia, As Cinquenta Sombras – Mais Negras (cinco edições para um total de 70.000 exemplares) e As Cinquenta Sombras – Livre (quatro edições para um total de 60.000 exemplares). 

Ainda de acordo com os dados coligidos pela GfK, em 2012 a Lua de Papel conseguiu também o primeiro lugar entre as obras de não ficção, com O Céu Existe Mesmo, de Todd Burpo e Lynn Vincent, que já tinha sido o título mais vendido em Portugal (em termos absolutos) no ano de 2011 – actualmente o livro está na 28ª edição e ultrapassou a barreira dos 200.000 exemplares colocados no mercado. 

Refira-se que a Lua de Papel, editora criada há sete anos, conseguiu a proeza de ter por quatro vezes o livro mais vendido do ano em termos absolutos – O Segredo (totalista em 2007 e 2008, e o livro mais vendido em Portugal desde que opera cá a GfK), O Céu Existe Mesmo em 2011, e, este ano, As Cinquenta Sombras de Grey.

sábado, 5 de janeiro de 2013

Pensamentos (2)

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Novidades Quinta Essência - Janeiro

A Filha da Magia
Barbara Bretton

Criar um bebé é difícil, mas criar um com poderes mágicos é-o ainda mais...

«Em Sugar Maple, Vermont, Chloe Hobbs não podia estar mais feliz com a sua gravidez. No entanto, com a chegada da nova moradora da vila, as coisas vão tornar-se ainda mais mágicas!
Laria é um bebé perfeito e Chloe e Luke são uns pais babados mas, ao descobrirem que Laria sai à mãe nas artes mágicas, torna-se claro que a bebé pode ter mais poder do que aquele com que uma profissional como Chloe consegue lidar.
Em Filha da Magia, Barbara Bretton continua a saga iniciada em Feitiços de Amor, A Magia do Amor e Sonhos Encantados

Da autora na Quinta Essência:


Cinzas da Meia-Noite
Lara Adrian

Uma mulher impelida pelo sangue. Um homem sedento de vingança. Um lugar onde convergem a escuridão e o desejo…

«Quando cai a noite, Claire Roth foge de casa, impelida por uma feroz ameaça que parece ter saído do próprio inferno. Então, de entre as chamas e as cinzas, aparece um guerreiro vampiro. Ele é Andreas Reichen, o seu antigo amante, agora um estranho consumido pela vingança. Apanhada no fogo cruzado, Claire não pode escapar da sua fúria selvagem, nem da fome que a arrasta para o seu mundo de eterna escuridão e infinito prazer.
Nada impedirá Andreas de destruir o vampiro responsável pelo massacre dos seus irmãos de Raça… mesmo que isso signifique utilizar a ex-amante como isco na sua missão mortífera. Ligada pelo sangue ao seu perigoso adversário, Claire pode conduzir Andreas até ao inimigo que ele procura, mas é um caminho repleto de perigos… e de profundos e inesperados prazeres. Pois Claire é a única mulher que Andreas não deve desejar, e a única que amou. Inicia-se assim uma perigosa sedução que dilui a linha que separa presa e predador e aviva as chamas de uma ardente paixão que pode consumir tudo no seu caminho...»

Da autora na Quinta Essência:
 


O Desejo
Nicole Jordan


Uma noiva relutante. Uma maldição de família. Uma paixão escaldante que não pode ser domada…

«Amante lendário e chefe de espionagem, o sombriamente sensual conde de Wycliff evita o matrimónio até que um encontro próximo com a morte o faz ansiar por um filho que perpetue o seu nome. No momento em que Lucian avista a atraente Brynn Caldwell numa praia da Cornualha, sabe que encontrou a mulher que quer para sua esposa.
Brynn acredita que o fascínio daquele conhecido libertino por ela resulta de uma maldição com séculos que condena as mulheres da sua família a tentarem os homens – apenas para conduzirem aqueles que amam à morte. Obrigada por circunstâncias difíceis a casar com Lucian, Brynn entrega o corpo às suas carícias mas não se atreve a entregar-lhe o coração.
Preso numa batalha de vontades com a sua encantadora mulher, Lucian começa a suspeitar que Brynn é uma traidora. Não tarda a ver-se atraído para uma teia de perigo e traição, na qual o preço de conquistar o coração esquivo da esposa pode ser a sua própria vida.»

A autora
Nicole Jordan é a aclamada autora de inúmeros romances históricos, com mais de cinco milhões de livros impressos. Mudou-se recentemente, com o seu herói da vida real, para as Montanhas Rochosas do Utah, onde está a trabalhar no próximo livro. Nicole foi finalista dos Rita Awards (da Romance Writers of America) e venceu o Dorothy Parker Award of Excellence para melhor romance histórico. 
Para mais informações, visite: http://nicolejordanauthor.com/

Novidades Saída de Emergência - Janeiro

Lisboa no Ano 2000
Antologia


«Bem-vindos a Lisboa!
Bem-vindos à maior cidade da Europa livre, bem longe do opressivo império germânico. Deslumbrem-se com a mais famosa das jóias do Ocidente! A cidade estende-se a perder de vista. O ar vibra com a melodia incansável da electricidade.
Deixem-se fascinar por este lugar único, onde as luzes nunca se apagam, seja de noite, seja de dia. Aqui, a energia eléctrica chega a todos os lares providenciada pelas fabulosas Torres Tesla.
Nuvens de zepelins sobem e descem com as carapaças a brilhar ao sol. Monocarris zumbem por todo o lado a incríveis velocidades de mais de cem quilómetros à hora. O ar freme com o estímulo revigorante da electricidade residual. Bem-vindos ao século XX!
Lisboa no Ano 2000 recria uma Lisboa que nunca existiu. Uma Lisboa tal como era imaginada, há cem anos, por escritores, jornalistas, cientistas e pensadores. Mergulhar nesta Lisboa é mergulhar numa utopia que se perdeu na nossa memória colectiva.»


O Inferno de Gabriel
Sylvain Reynard


Venha mergulhar num mundo de obsessões, segredos e prazeres sem limites.

«O enigmático e sedutor professor Gabriel Emerson é um reputado especialista na obra de Dante. Mas à noite dedica-se a uma vida de prazer sem limites, não hesitando em usar a sua beleza de cortar a respiração para manipular as mulheres a satisfazerem cada capricho seu.
Talvez por isso se sinta torturado pelo passado e consumido pela crença de que está para lá de qualquer salvação.
Quando a jovem Julia Mitchell se inscreve como sua aluna de pósgraduação, Gabriel não consegue ficar indiferente. Ela é linda, deliciosamente inocente, um diamante em bruto para ele polir. Sempre que Julia se apercebe do olhar de predador dele, espera sentir receio, mas o que verdadeiramente sente é uma estranha luxúria que a assusta. Desejando desesperadamente possuí-la, Gabriel põe em perigo não só a sua carreira, como ameaça desenterrar segredos de um passado que preferia manter oculto.
Uma história inebriante sobre amor proibido, luxúria e redenção, O Inferno de Gabriel retrata a jornada de um homem que procura escapar do seu próprio inferno pessoal enquanto tenta conquistar o impossível: perdão e amor.»

Um livro obsessivo e viciante como As Cinquenta Sombras de Grey.


Porque És Minha
Beth Kery


«A autora bestseller do New York Times, Beth Kery, agarra-nos com um romance inebriante como nenhum outro — onde as regras do desejo são quebradas, noite após noite…
No instante em que Francesca e Ian se conhecem, a atração é mútua; uma carga requintadamente física incendeia ambos. Para Ian, ela é o tipo de mulher a que ele não resiste: inocente e pura. Para Francesca, ele é o tipo de homem que ela mais teme e deseja: sombrio, extremo, autoritário, e interdito. O que se passa entre eles não pode ser ignorado — apenas acatado, evoluindo para um inevitável vínculo.
De um jato particular para um interlúdio em Paris, de um ousado encontro num museu público para a intimidade de um hotel de luxo, Francesca e Ian estão um com o outro sempre que o desejo se torna premente. Mas à medida que a relação deles fica mais intensa, Francesca descobre algo a respeito de Ian — e dela própria — que altera para sempre o jogo e os jogadores. É algo com que eles nunca contaram, algo que lhes faz girar as vidas, delirantemente fora de controlo…»


Inferno nos Açores
Clive Cussler


«Um cargueiro japonês cruza o Atlântico oriental perto dos Açores quando irrompe em chamas. Um bando de piratas avança para se aproveitar da catástrofe, mas o seu barco explode. Que se passará? Qual a relação com o rapto de um cientista de topo nas ruas de Genebra? Com a deserção de um russo misterioso ocorrida sessenta anos antes? Com a descoberta de um extraordinário cemitério submarino de navios e aviões dispersos sobre o fundo marinho?
Quando Austin, Zavala e o resto da equipa iniciam a investigação, veem-se arrastados para as ambições mirabolantes de um ditador africano, para a criação de uma arma com capacidade destrutiva quase mítica e para um plano de audácia inimaginável para chantagear as principais potências mundiais.
O castigo pela recusa? A destruição das maiores cidades do planeta. Começando por Washington, D.C...
Repleto de suspense intenso e da criatividade quase ilimitada que são exclusivas de Cussler, Inferno nos Açores é um dos livros mais emocionantes do grande mestre da aventura.» 


Acácia - Outras Terras
David A. Durham


Um rei assassinado pelo seu mais antigo inimigo.
Um império dominado por um povo austero e intolerante.
Quatro príncipes exilados determinados a cumprir um destino.
Recuperar o trono de Acácia poderá ter consequências devastadoras.

«A luta apocalíptica contra os Mein terminou. Uma vitoriosa Corinn Akaran reina no Império Acaciano do Mundo Conhecido. Apoiada no seu conhecimento de artes mágicas do livro A Canção de Elenet, ela reina com mão de ferro. E reconstruir um império desgastado pela guerra não é fácil. Das misteriosas Outras Terras, chegam à corte notícias inquietantes, e Corinn envia o seu irmão, Dariel, como emissário pelos mares tempestuosos das Encostas Cinzentas.
Ao chegar àquele distante continente, este antigo pirata é apanhado numa rede de velhas rivalidades, ressentimentos, intrigas e uma crescente deslealdade. A sua chegada provoca um tal tumulto que o Mundo Conhecido é de novo ameaçado pela possibilidade de invasão — algo que tornaria os anteriores perigos numa brincadeira de crianças. Sem aparentes obstáculos, um novo ciclo de acontecimentos que irá arruinar e remodelar o mundo está prestes a começar…»


20 Anos Moonspell (fotobiografia)
Fernando Ribeiro e Paulo Moreira
 

Edição normal e especial (capa dura com foto autografada)

«E de repente, vinte anos passaram desde que nos reunimos, pela primeira vez, para explorar a nossa obscuridade, usando a música como voz. Dentro destas páginas, encontrarão um modesto relato, feito a partir de um ponto de vista privilegiado de episódios seleccionados da história dos MOONSPELL, cruciais para entender os ambientes e o crescimento dos mais ilustres embaixadores portugueses do Metal Gótico. Ficarão a saber que a história de uma banda é bem mais do que sangue, suor e lágrimas. Que é, de facto, feita de actos de fé, de pressão interior e exterior quase insuportável, de recompensas que envergonham os deleites de qualquer Paraíso.
Saberão o que é ser um português no Mundo; como gravações em Londres podem despoletar a loucura artística. Conhecerão o fim de cumplicidades, pulverizadas pelos caprichos de egos; o preço a pagar pela ingenuidade; as viagens intermináveis que atingem sempre um qualquer destino. Bemvindos a um mundo escuro, apaixonante, feito de compromissos e de humanidade, onde os lobos têm coração, a religião pecado, onde borboletas destroem edifícios, onde a escuridão envenena a esperança. Onde há uma taça cheia de antídoto prestes a tornar-se memória de uma noite eterna.
Onde Alpha e Omega se seduzem para se tornarem um só. Ilustrada dramaticamente por uma série de fantásticas fotografias, esta é a história nunca contada dos MOONSPELL. A loucura que a Lua cheia instala. Desfrutem.»


À Luz da Meia Noite
Sherrilyn Kenyon


«Conheçam Aidan O’ Conner.

Uma celebridade generosa que tudo oferecia e nada pedia em troca… até ser enganado pelos que o rodeavam. Agora Aidan nada quer do mundo ou sequer fazer parte dele.

Quando uma estranha mulher aparece à sua porta, Aidan sabe que já a viu antes… nos seus sonhos.

Uma deusa nascida no Olimpo, Leta nada sabe do mundo dos humanos. Mas um inimigo implacável expulsou-a do mundo dos sonhos e para os braços do único homem capaz de a ajudar: Aidan. Os poderes imortais da deusa derivam de emoções humanas, e a raiva de Aidan é todo o combustível que precisa para se defender…

Uma fria noite de inverno irá mudar as suas vidas para sempre…

Aprisionados durante uma tempestade de inverno brutal, Aidan e Leta terão que conquistar a única coisa que os poderá salvar a ambos – ou destruí-los – a confiança. Conseguirão triunfar sobre todos os obstáculos?»


Amo-te Em Todas as Línguas 
Saída de Emergência


«Não basta a minha língua para dizer amo-te. 
Por isso repito-o em todas as línguas do mundo. 
Para que o sintas todos os dias da tua vida.

Amo-te.

A mais bela palavra do mundo. 
Abre portas, conquista corações, termina guerras, une vidas.
Nunca será demais repeti-la.

Amo-te.

Amo-te sempre e de todas as maneiras.
E amo-te em todas as línguas do mundo.»

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Colheita de Dezembro

Em mês de Natal seria de esperar que as aquisições aumentassem. Tenho em modo de espera o que me parecem ser excelentes leituras, destacando o novo livro da minha tão querida e especial J.K. Rowling, que finalmente veio parar à estante. Aqui estão os livros do mês de Dezembro: