quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Novidade Topseller: "O Caçador" de Mason Cross



Nº de páginas: 368
PVP: 18,79€
Lançamento: Já disponível

Mason Cross, pela primeira vez editado em Portugal, é considerado uma das novas estrelas do thriller mundial. 

O Caçador é o primeiro livro de uma trilogia com uma mistura irrepreensível de ação, um elenco inteligente e com personagens bem desenhadas.

Sinopse
«Caleb Wardell, o «Sniper de Chicago», escapa ao corredor da morte duas semanas antes da sua execução, quando a carrinha de transporte de prisioneiros onde segue é impedida de chegar ao seu destino pela máfia russa. O FBI recorre aos serviços de Carter Blake como a única forma de conseguir capturar Wardell.
Blake é um homem com um passado misterioso e um talento especial para encontrar aqueles que não querem ser encontrados. Juntamente com Elaine Banner, uma ambiciosa agente do FBI, os dois irão perseguir Wardell enquanto este, por pura crueldade, começa a matar pessoas, aparentemente ao acaso, nas horas de maior tráfego das cidades.
Mas nem tudo é o que parece. Atrás do assassino esconde-se uma conspiração que ameaça o país. Para Blake conseguir capturar o criminoso e travar a ameaça, ele irá ter de infringir todas as regras…»

As primeiras páginas podem ser lidas aqui

A crítica
«O meu tipo de livro.» – Lee Child

«O Caçador é a estrela surpreendente de Mason Cross, o primeiro volume de uma nova série de thrillers em que o suspense percorre a ação até chegar a um final de reter a respiração. Os leitores vão ansiar por mais livros de Carter Blake.» – Publishers Weekly

O autor
Mason Cross nasceu em Glasgow, na Escócia, em 1979. Licenciou-se em Línguas e fez uma pós-graduação em Tecnologias de Informação, o que lhe permitiu descobrir que tem muito mais êxito com as palavras do que com os computadores.
O Caçador é o seu romance de estreia, da série Carter Blake. O 2.º volume, O Samaritano – que a Topseller também publicará –, foi selecionado para o Richard and Judy Book Club
Vive com a mulher e os três filhos na sua cidade-natal.
Conheça melhor o autor e leia as fantásticas críticas da imprensa internacional em: www.masoncross.net.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Excerto Exclusivo: "Curiosidades do Vaticano" de Luís Miguel Rocha



A Porto Editora, em conjunto com o Refém das Letras, divulga um excerto exclusivo do título póstumo de Luís Miguel Rocha, Curiosidades do Vaticano. O livro estará disponível nas livrarias a 18 de Fevereiro.

Pode aceder ao excerto referido aqui.

Para aceder a mais informações sobre o livro e sobre o autor, visite o site da editora e/ou a divulgação feita aqui no blogue.

sábado, 13 de fevereiro de 2016

Pensamentos (5)



Anxiety is the dizziness of freedom.


Abe quoting Kierkegaard, in Irrational Man by Woody Allen


quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Novidade Porto Editora: "Curiosidades do Vaticano" de Luís Miguel Rocha


Nº de páginas: 184 
Capa: mole com badanas
PVP: 15,50 € 
Lançamento: 18 de Fevereiro

Porto Editora publica livro póstumo de Luís Miguel Rocha 

O autor bestseller do New York Times que mostrou o que está para lá dos altos muros do Vaticano 

Autor bestseller do referencial The New York Times, Luís Miguel Rocha apaixonou milhares de leitores em todo o mundo, com histórias de intriga e mistério passadas no seio da Igreja Católica. Mas partiu demasiado cedo. Cumprindo a vontade do autor, a família e a Porto Editora anunciam a publicação, a 18 de fevereiro, de um livro inédito de não ficção da autoria de Luís Miguel Rocha, intitulado Curiosidades do Vaticano. Nesta obra, os leitores podem encontrar textos, parte deles publicada pelo autor na respetiva página no Facebook, sobre as mulheres que influenciaram os papas, o interior do Palácio Apostólico, o Papa implacável que transformou Roma, as forças de segurança do Vaticano, os Papas assassinados, a história do conclave e muitos outros temas. 

Nota do editor 
Luís Miguel Rocha prezava particularmente o contacto com os leitores e raramente recusava um convite para uma apresentação, uma palestra, uma sessão com o público. Respeitava cada opinião, cada comentário e fazia questão de responder a todas as perguntas sobre os seus livros e sobre o que se passava «para lá dos altos muros do Vaticano». Para satisfazer as muitas solicitações que recebia no contacto com quem o lia, bem como dos seguidores que tinha nas redes sociais, Luís Miguel Rocha decidiu criar, no início de 2012, uma rubrica semanal na sua página de Facebook onde partilhou o conhecimento que detinha sobre o Vaticano. Era intenção de Luís Miguel Rocha escrever muitos outros textos sobre o tema, partilhar outras curiosidades, mas infelizmente a vida não lhe deu oportunidade. Por saberem que era vontade de Luís Miguel Rocha um dia publicar todos estes textos em livro, a família e a Porto Editora quiseram respeitar essa intenção, publicando agora Curiosidades do Vaticano.

O autor
Luís Miguel Rocha nasceu na cidade do Porto, em 1976. Foi técnico de imagem, tradutor, editor e guionista, até se dedicar em exclusivo à escrita. Publicou seis títulos: Um País Encantado, O Último Papa, Bala Santa, A Virgem, A Mentira Sagrada e A Filha do Papa. As suas obras estão traduzidas em mais de 30 países. O Último Papa marcou presença no top do The New York Times e vendeu meio milhão de exemplares em todo o mundo. Luís Miguel Rocha morreu a 26 de março de 2015, em Viana do Castelo

Opiniões
«Há por aí a moda de classificar os livros com estrelas. Cinco para os muito bons. Aos que li de Luís Miguel Rocha, não daria eu essas cinco, que são de pechisbeque e coitadinhas, mas as três com que a Michelin distingue a qualidade e o talento dos cozinheiros do topo. Porque não haja dúvida: no uso dos ingredientes, no preparo das cenas, no ritmo, no desenho dos personagens, no "cozinhar" do enredo, Luís Miguel Rocha é um grand chef. » - José Rentes de Carvalho 

«Um mestre de contar histórias. Exímio a mostrar cada instante e cada pormenor, como se projetasse cinema na nossa imaginação. Este livro é um vírus. Domina-nos.» -  Valter Hugo Mãe, sobre A filha do Papa 

«Luís Miguel Rocha sabe tudo sobre Papas.»  - Jô Soares