sábado, 7 de julho de 2012

Novidade Bertrand: "Do Lado de Canaã" de Sebastian Barry

Género: Romance
Tradutor: Carla Escarduça
Formato: 15 x 23,5 cm
N.º de páginas: 400
Data de publicação: 4 de maio
PVP: 17,70 €

Sebastian Barry foi, com esta obra, finalista do Man Booker Prize e vencedor do Walter Scott 2012, na categoria de romance histórico. O autor de «Escritos Secretos» e «A História de Eneas» mostra-nos mais uma vez a beleza da sua escrita e o seu dom para contar histórias.

«Do Lado de Canaã conta a história da inesquecível Lilly Bere, que no início do livro está de luto pela morte de Bill, o seu neto. Mas depois somos levados ao passado, ao tempo em que Lilly foi obrigada a fugir de Dublin, em finais da Primeira Guerra Mundial, e seguimos a sua vida no mundo novo que é a América, um mundo cheio de esperança, mas também de perigo. Ao mesmo tempo épica e intimista, a narração de Lilly vai-se desenrolando numa vida trágica e rica e ela tenta dar um sentido aos seus desgostos e perdas.
Ao longo de quase sete décadas, concentradas num período de dezassete dias no presente, Lilly passou por duas guerras mundiais e viveu intensamente, através do filho e do neto, as guerras do Vietname e do Iraque. Conheceu a crueldade e a ternura dos homens, foi perseguida por uns e acolhida por outros e viveu duas grandes histórias de amor.»


A crítica
«Uma obra de grande beleza lírica.» - The Times
«Uma maravilha de empatia e tato.» - Joseph O’Neill, autor de Netherland: Terra de Sombras
«Imbuído de tristeza, alegria, ternura e também de momentos de muito humor… uma história bela e luminosa que bem merece o seu lugar na lista para o Booker, e muito mais.» - Independent on Sunday
«Espantosamente poético… Do Lado de Canaã pode ser celebrado pela beleza, pela sabedoria e pelo prazer que nos oferece.» - Sunday Telegraph
«Trata-se de uma história que irá aprofundar o conhecimento que temos de nós próprios e dos outros. Os capítulos finais, apaziguadores, estão entre os mais belos e comoventes que se lerão este ano – ou em qualquer outro.» - Irish Times
«Uma evocação lírica do exílio e do trauma, que contém uma série aparentemente infinita de imagens fortíssimas.» - Guardian

Sobre «A História de Eneas»:
«Eneas ganha uma identidade. Eneas é palpável na sua existência. Sobrevive além do romance. Fica como uma das personagens que ultrapassa a ficção. Tudo graças à mestria do seu criador que consegue criar uma densidade psicológica invejável e que não está ao alcance de muitos dos melhores narradores. Leia-se contadores de histórias» - Diário Económico

O autor
Sebastian Barry nasceu em Dublin em 1955, onde estudou e foi Writer Fellow. Dramaturgo, romancista e poeta, conquistou diversos prémios literários, incluindo o Irish-America Fund Literary Award, o Christopher Ewart-Biggs Prize, o London Critics Circle Award e o Kerry Group Irish Fiction Prize. Foi finalista do Man Booker Prize por três vezes, com A Long Long Way, Escritos Secretos (vencedor do prémio Costa) e Do Lado de Canaã. Vive em Wicklow com a mulher e os três filhos.

De Sebastian Barry na Bertrand:
Escritos Secretos (2009)
A História de Eneas (2010)

0 comentários:

Enviar um comentário