sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Novidade Editorial Presença


O Caderno da Morte
Jonathan Santlofer
Título Original: The Murder Notebook
Tradução: Catarina Gândara
Nº de páginas: 376
Coleção: Minutos Contados Nº 35
Preço: 18,90€
Data de Publicação: 18 Outubro 2011

    Do autor dos thrillers Anatomia do Medo e A Arte de Matar


   Do autor de A Anatomia do Medo, título já publicado nesta coleção, O Caderno da Morte é o segundo thriller protagonizado pelo detetive e retratista forense, Nate Rodriguez, que trabalha para a Polícia de Nova Iorque. Desta vez, Rodriguez é chamado a participar na equipa que está a investigar uma série de estranhos crimes e suicídios, aparentemente sem relação entre si. Espera-se que os seus extraordinários dotes de visualização intuitiva permitam levar à descoberta do autor do assassínio de um estudante universitário, mas Rodriguez apercebe-se entretanto de que se encontram perante um mistério de muito maior alcance. A escrita cativante e os esboços de Jonathan Santlofer contribuem em igual medida para o adensar do suspense e o desenrolar da intriga.

A crítica
«O mistério criado por Santlofer, com o recurso a desenhos de forte impacto, é perspicaz, eloquente e atinge profundamente o leitor.» - Booklist

«Com O Caderno da Morte, Santlofer amplifica os limites do thriller com esta poderosa mistura de arte e suspense que fazem dele “um dos mais intrigantes e inovadores escritores de ficção policial que surgiram nos últimos anos”.» - Chicago Tribune

«Inteligente, chocante e sedutor, com a sua prosa densa e rica de pormenores, este thriller vai seguramente agradar aos fãs de Michael Connelly.» - Library Journal

«O subtil componente gráfico intensifica o fascínio deste sólido romance de Santlofer sobre a investigação de um serial-killer.» - Publishers Weekly

«Não há dúvida que Santlofer sabe contar uma história excelente... A sua escrita é fluida e vívida, mas as ilustrações acrescentam uma outra dimensão ao suspense.» - San Francisco Chronicle


O autor
   Jonathan Santofler é autor de cinco romances e um reconhecido artista plástico. As suas obras estão presentes no Metropolitan Museum of Art, em Nova Iorque, no Art Institute of Chicago e no Institute of Contemporary Art, em Tóquio, além de várias coleções privadas. A sua carreira ficcional começou em 1989, depois de ter perdido o equivalente a cinco anos de trabalho artístico no incêndio de uma galeria.

0 comentários:

Enviar um comentário