sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Novidade Bertrand: "O Ano do Dilúvio" de Margaret Atwood


Género: Ficção Literária
Tradutor: Miguel Batista
Formato: 15 x 23,5 cm
N.º de páginas: 480
Data de lançamento: 4 de novembro
PVP: 18,50 €

   Um livro visionário, profético, de dimensões bíblicas, que põe a nu o mais ridículo e o mais sublime do ser humano, a nossa capacidade para a destruição e para a esperança. Negro, terno, inquietante, violento e hilariante, revela Margaret Atwood no seu melhor.

   «O sol já brilha no céu, dando ao cinzento do mar o seu tom avermelhado. Os abutres secam as asas ao vento. Cheira a queimado. O dilúvio seco, uma praga criada em laboratório pelo homem, exterminou a humanidade. Mas duas mulheres sobreviveram: Ren, uma dançarina de varão, e Toby, que do alto do seu jardim no terraço observa e escuta. Está aí mais alguém?»

A crítica
«Por detrás deste romance encontra-se uma acesa preocupação ambiental, bem como uma indagação, esta mais subtil, acerca daquilo que faz de nós humanos.» - Telegraph

«A maior escritora viva do Canadá sabe, sem sombra de dúvida, contar uma história viciante.» - The Washington Post

«Acima de tudo, Margaret Atwood é genuinamente inventiva, e não apenas inteligente… uma escritora com uma espirituosidade metafísica que consegue sempre distorcer os nossos preconceitos. A sua imaginação fértil e rica exerce um efeito de exuberância, e muitas vezes de comicidade, mas o seu espírito satírico e retorcido não a limitam nem a definem. Os horrores e as ameaças são reais e envolventes porque estão enraizados em personagens humanas.» - Telegraph

«Personagens inesquecíveis, um ritmo minuciosamente controlado e cenas chocantes de tão verosímeis dão asas a este livro, até chegarmos a um final misterioso, de arrepiar.» - The San Francisco Chronicle

«Inquietante, num tempo em que a escassez de recursos naturais, as espécies em vias de extinção, as experiências ao nível da genética e o aquecimento global são tudo menos ficção.»USA Today

A autora
  Margaret Atwood nasceu em Otava em 1939. É a mais conhecida autora canadiana e publicou mais de quarenta livros de ficção, poesia e ensaio. Recebeu diversos prémios literários ao longo da sua carreira, incluindo o Arthur C. Clarke, o Booker Prize, o Governor General’s Award e o Giller Prize, bem como o prémio para Excelência Literária do Sunday Times (Reino Unido), a Medalha de Honra para Literatura do National Arts Clube (EUA), o título de Chevalier de l’ Ordre des Artes e des Lettres (França) e foi a primeira vencedora do Prémio Literário de Londres.
   Os seus livros estão traduzidos para trinta e cinco línguas. Vive em Toronto com o escritor Graeme Gibson.


Da mesma autora na Bertand:
O Assassino Cego
A Senhora Oráculo
Desforra – A Dívida e o Lado
Sombrio da Riqueza
Órix e Crex – O Último Homem

0 comentários:

Enviar um comentário