quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Paulo Moreiras lança O Ouro dos Corcundas na Bulhosa

Ouro dos Corcundas (O) - Ampliar Imagem
Título: O Ouro dos Corcundas
Autor: Paulo Moreiras
Páginas: 280
Editora: Casa das Letras
PVP: 15,00€


   O escritor  Paulo Moreiras vai estar na Bulhosa de Entrecampos, esta quinta-feira, 3 de Novembro, às 18h30, para o lançamento do seu novo livro,  O Ouro dos Corcundas, editado pela Casa das Letras. A apresentação do livro estará a cargo da escritora e professora universitária de literatura, Annabela Rita.


Sinopse
   «A guerra entre Absolutistas e Liberais está ao rubro quando Vicente Maria Sarmento retorna a Chão de Couce, após receber a notícia da morte do pai. Mas esse regresso tem um sabor duplamente amargo; em Lisboa, onde viveu os últimos anos, Vicente  Maria pertenceu a um bando de salteadores e esteve preso no Limoeiro, donde só saiu por obra e graça dos malhados, que assaltaram a cadeia para libertar os partidários de D. Pedro. Antes de seguir para casa da mãe, Vicente Maria dirige-se para a Venda do Negro, acabando a noite nos braços da puta Tomásia, que nunca esqueceu e a quem promete casamento e vida honesta. 
   Contudo, o seu regresso reacende na vila antigos ódios e paixões e os seus inimigos estragamlhe os planos. Não lhe resta, pois, senão juntar-se a um novo grupo de bandidos, esperando que as pilhagens lhe rendam o bastante para se pôr a milhas com a sua amada. Quem também se vê em apuros é D. Miguel, atacado por todos os lados, a quem as vénias dos corcundas já de nada servem. Projectado o assalto a uma família de fidalgos ricos em viagem, é numa curva da estrada que o bando intercepta uma carruagem, sem saber que os destinos de Portugal se jogam nesse preciso instante. E é pela ousadia de Vicente Maria que, afinal, se alterará o rumo da História, embora os livros injustamente o omitam.
   Com uma linguagem poderosa e um humor digno da melhor literatura picaresca, o presente romance é uma homenagem aos heróis anónimos que ajudaram a construir as respectivas nações e um fresco sublime da época das lutas liberais.»

O autor
   Paulo Moreiras nasceu em 1969 em Lourenço Marques, Moçambique. Desejou fazer cinema de animação e enamorou-se pela banda desenhada. Após algumas experiências com fanzines, começou a publicar poesia em edições artesanais. Apaixonou-se pela literatura picaresca e publicou o seu primeiro romance,  Demanda de D. Fuas Bragatela, em 2002, a que se seguiu um livro de poesia, Do Obscuro Ofício (2004) e o ensaio premiado internacionalmente  Elogio da Ginja (2006). Entre outras coisas, escreveu também uma série de opúsculos em colaboração com o Instituto de Estudos de Literatura Tradicional: o BI da Cereja e da Ginja (2007), o BI do Palito (2007), o BI do Tremoço (2008), o BI da Perdiz (2009) e o BI da Morcela (2010). Em 2009, foi publicado o seu segundo romance,  Os Dias de Saturno. Gosta tanto de cozinhar como de escrever.

0 comentários:

Enviar um comentário