terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Novidade ASA: "O Colégio de todos os Segredos" de Gail Godwin

Género: Romance
Nº de páginas: 512
PVP: 17,50€                  

   “Um grandioso romance de amor, perda, lealdade, segredos, rivalidades e fé, na vida de um conjunto de personagens encantadoras e imperfeitas.”

O livro
   «Mount St. Gabriel’s é um dos mais prestigiados colégios femininos americanos. Cada ano lectivo vê chegar novos rostos e dita um novo equilíbrio na hierarquia social da escola. No Outono de 1951, uma das turmas destaca-se pela excelência e singularidade, duas características que, juntas, são potencialmente imprevisíveis. Apenas a jovem professora Kate Malloy e a rígida matriarca da escola, a madre Suzanne Ravenel, se apercebem de que as espera um ano invulgar. Não poderiam, claro, imaginar até que ponto a história do próprio colégio se alteraria.
   Tudo começa quando Tildy Stratton, a incontestada líder da turma, abandona a sua fiel aliada, Maud, para se aproximar de Chloe Starnes, uma nova aluna que ficou recentemente órfã após a morte prematura e misteriosa da mãe. Esta amizade preenche um vazio nas vidas das duas jovens e põe em marcha uma série de acontecimentos que vão ameaçar a delicada harmonia da escola e mudar para sempre a vida de todos.
   Cinquenta anos depois, com o colégio há muito encerrado, a madre Ravenel recorda esse ano, cruzando passado e presente, numa derradeira tentativa de se reconciliar com as origens trágicas daquele que ficaria conhecido com “o ano tóxico”.»

A crítica
“Poderoso.”  - The New York Times
“Fascinante.” - O: The Oprah Magazine
“Uma das mais inteligentes e estimulantes escritoras contemporâneas.” - Chicago Sun-Times
“Se tenciona ler apenas um grande romance este ano, este talvez seja o mais indicado… Um livro à moda antiga sobre ciúmes e paixão num colégio católico para raparigas, escrito com profundidade e humor.” - Bookpage

A autora
   Gail Godwin nasceu em 1937, em Birmingham, no Alabama, Estados Unidos. Após o curso de Jornalismo na Universidade da Carolina do Nortte em 1959, foi repórter do Miami Herald e trabalhou na embaixada americana em Londres. Fez um mestrado e um doutoramento em Inglês na Universidade do Iowa, em 1968 e 1971, onde estudou com John Irving e John Casey, tendo como professor Kurt Vonnegut. Foi por três vezes finalista do National Book Award e é autora de doze romances aclamados pela crítica e pelo público. Vive atualmente em Woodstock, Nova Iorque.

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Novidade Quinta Essência:"O Sabor da Tentação" de Elizabeth Hoyt

http://www.mediabooks.com/fotos/produtos/500_9789898228727_sabor_da_tentacao.jpg
Género: Ficção Estrangeira
Nº de páginas: 376
Preço: €14,50


   Bestseller do New York Times

   Vencedor do Prémio Romance Histórico do Ano, 2008
   Romantic Times

   Primeiro Livro da Série A Lenda dos Quatro Soldados

Livro
   «Ela desafia as convenções por amor…
   MESMO A DAMA MAIS REQUINTADA
Lady Emeline Gordon é um modelo de sofisticação nos círculos sociais da elite londrina, sempre elegante e impecavelmente educada. Como tal, é a companhia perfeita para Rebecca, a jovem irmã de um empresário bem sucedido de Boston, que fora soldado nas Colónias.
   DESEJA UM HOMEM INDÓMITO
Samuel Hartley pode ser rico, mas as suas maneiras são tão pouco civilizadas como as regiões inexploradas da América nas quais foi criado. Quem vai de mocassins a um baile distinto? O seu desdém arrogante em relação a decoro enfurece Emeline, embora a sua ousadia a excite.
   PARA LIBERTAR A SUA PAIXÃO…
Mas sob os modos desenvoltos de Samuel, ele é assombrado pela tragédia. Foi a Londres para ajustar contas, não para se apaixonar. Mas por muito que Emeline deseje sentir as mãos deste homem despudorado sobre ela, saborear aqueles mesmos lábios com que ele a arrelia, tem se dominar. Ela não é livre. Mas algumas coisas estão fora do controlo de uma senhora …»


Imprensa
«4 1/2 Estrelas! A nova série de Elizabeth Hoyt, A Lenda dos Quatro Soldados, começa com destruição e termina com amor glorioso. Ela começa cada capítulo com um trecho de uma lenda que se encaixa muito bem no enredo e cria uma história de amor diferente que vai apaixonar os leitores.» - Kathe Robin, Romantic Times Bookreviews

 «Hoyt... domina muito bem o seu ofício com personagens cativantes, um enredo envolvente e diálogos inteligentes.» - Publishers Weekly

«Precisamente quando julgávamos que ela não podia melhorar, Elizabeth Hoyt cria uma história soberba de perigo e desejo... Esteja preparada para ficar acordada até tarde porque não vai querer largar O Sabor da Tentação.» - Lettetia Elsasser, SingleTitles.com

«O Sabor da Tentação é o primeiro livro da nova série de Mrs. Hoyt, A Lenda dos Quatro Soldados, e é um começo auspicioso. Com os seus personagens bem esboçados, uma boa trama, e romance escaldante,
vai com certeza satisfazer.» - Sandra Brill, Romance Reviews Today


Autora
   Elizabeth Hoyt nasceu em Nova Orleães, onde a família da mãe vive há várias gerações, mas foi criada nos invernos gélidos de St. Paul, Minnesota. Quando era pequena, a família viajou muito na Grã-Bretanha, passando um verão em St. Andrews, na Escócia, e um ano em Oxford. Tem uma licenciatura em Antropologia pela Universidade de Wisconsin, Madison. Wisconsin foi também o local onde conheceu o marido, arqueólogo – numa escavação num campo de milho – e vivem no centro do Illinois, com os seus dois filhos, três cães e um jardim que ela cuida com entusiasmo. A família Hoyt gosta de fazer férias que acabem invariavelmente em sítios arqueológicos.
  Elizabeth adora receber comentários dos seus leitores. Pode enviar-lhe uma mensagem eletrónica para:elizabeth@elizabethhoyt.com ou escrever-lhe para: PO Box 17134, Urbana, Illinois 61803, EUA. Visite a sua página Web em: elizabethhoyt.com para concursos, excertos de livros, e atualizações da autora.

Novidade Bertrand: "Rostos na Multidão" de Valeria Luiselli

Género: Romance
Tradutor: Rita Custódio e Àlex Tarradellas
Formato: 15 x 23,5 cm
N.º de páginas: 152
Data de lançamento: 17 de fevereiro
PVP: 12,00 €

   «Rostos na Multidão é uma narrativa com várias camadas, contada por dois narradores. Um deles é uma jovem editora, que se relaciona com o mundo através de escudos: os filhos, o marido, um passado, ao mesmo tempo esmagador e libertador, e uma casa que não consegue abandonar nem ocupar totalmente. À medida que conta o seu passado como editora em Nova Iorque, desesperadamente a tentar convencer o seu diretor a publicar a obra de Gilberto Owen — um obscuro poeta mexicano dos anos 20 que continua a assombrá-la no metro — vai deixando transparecer a lenta mas inevitável desintegração da sua família no presente. Até que a sua história se desdobra na do próprio Owen, o poeta, em tempos amigo de García Lorca e, que termina os seus dias febrilmente num apartamento em Filadélfia.
   Um romance intimista, onde as duas histórias são como imagens distorcidas uma da outra e, à medida que nos aproximamos do fim, as vozes de ambos os narradores começam a sobrepor-se até se tornarem uma apenas, numa evocação elegíaca do amor e do vazio.»

A crítica
 «A voz mais excitante a chegar-nos da América Latina desde Roberto Bolaño» - Granta 
«Atenção a Valeria Luiselli, jovem mexicana, excelente. Não se pode fazer melhor obra de estreia. Estou cativado pela beleza do parágrafo, a elegância do dizer, o gosto na palavra e o sentido literário da autora.» - Enrique Vila-Matas
«Valeria Luiselli é uma escritora de um talento formidável, destinada a tornar-se uma voz importante das letras latino-americanas. A sua visão e linguagem são precisas, e o poder do seu intelecto é evidente em cada página.» - Daniel Alarcon
«Um retrato de múltiplos ângulos da artista enquanto jovem, enquanto impostora, enquanto mãe e mulher, este livro mergulha o leitor na mais encantadora e persuasiva das intimidades. A imaginação intrépida e semidemente da juventude raramente foi tão representada de maneira tão fresca, encantadora e inesquecível. Valeria Luiselli é uma nova autora com uma mestria precoce e inteiramente original.» - Francisco Goldman
«Tudo o que aqui sucede é real, mas cintila com o humor e a desconcertante imaginação de uma prosa ao mesmo tempo estimulante e conduzida pela liberdade.» - La Vanguardia

A autora
   Nasceu na Cidade do México em 1983. O seu primeiro livro, uma coletânea de ensaios intitulada Papeles Falsos, foi publicado em 2010. Escreve regularmente para revistas e jornais, como as Letras Libres e o New York Times. Também escreveu libretos para a Companhia de Bailado de Nova Iorque e, presentemente, está a fazer o doutoramento em Literatura Comparada na Universidade de Colúmbia. 

Novidade Bertrand: "Extremamente Alto e Incrivelmente Perto" de Jonathan Safran Foer

Género: Romance
Tradutor: Ana Falcão Bastos
Formato: 15 x 23,5 cm
N.º de páginas: 456
Data de lançamento: 17 de fevereiro
PVP: 16,50 € 

   A Bertrand reedita o romance de Jonathan Safran Foer sobre o 11 de setembro, adaptado agora ao cinema e nomeado para os Óscares de Melhor Filme e Melhor Ator Secundário.

   O filme estreia a 1 de março e a nova edição do livro chega às livrarias a 17 de fevereiro.

O filme
   «Realizado por Stephen Daldry (O Leitor; As Horas), adaptado por Eric Roth (O Estranho Caso de Benjamin Button; Forrest Gump), é protagonizado por Tom Hanks, Sandra Bullock. Max Von Sydow é o responsável pela nomeação para melhor ator secundário.»

O livro
   «Oskar Schell tem nove anos e é inventor, francófilo, tocador de tamborim, ator shakespeariano, joalheiro, pacifista. Além disso, empreende uma busca urgente e secreta através das cinco zonas de Nova Iorque a fim de encontrar a fechadura onde entra uma chave misteriosa que pertence ao pai, morto no atentado contra o World Trade Center. Oskar, uma inspirada criação do autor, é encantador, exasperante e inesquecível.»

A crítica
«Enérgico, inventivo e ambicioso… um mito inspirador nascido do sofrimento do 11 de novembro» - Boston Globe
«Extremamente Alto e Incrivelmente Perto é um milagre, um amanhecer, um homem na Lua. É imaginado de maneira tão impecável, executado com tanta coragem, é tão belo e comovente» - Baltimore Sun
«Um romance divertido, sábio, de uma profunda compaixão, que vai renovar a fé dos leitores no facto de o livro certo no momento certo ainda ter o poder de mudar o mundo.» - O, The Oprah Magazine
«Foer é definitivamente uma nova espécie de guerreiro literário: virtuoso, visionário, engenhoso, hilariante, comovente. Traz à página um surpreendente leque de poder de fogo» - Village Voice

O autor
   Jonathan Safran Foer é o autor de Está Tudo Iluminado; Extremamente Alto e Incrivelmente Perto e Comer Animais. Os seus livros foram traduzidos para trinta e seis línguas. Está Tudo Iluminado recebeu o National Jewish Book Award e o Guardian First Book Award, e foi adaptado ao cinema por Liev Schreiber.
   Foer vive em Brooklyn. 

Novidade Vogais: "Beleza Atormentada" de Cecilia Samartin

Nº de páginas: 300
Capa mole
Preço: 16,99€

   UMA HISTÓRIA EMOCIONANTE SOBRE A FAMÍLIA, O AMOR, A AMIZADE E OS ENCONTROS QUE MUDAM O RUMO DAS NOSSAS VIDAS 

O livro
   «Ainda jovem, Jamilet vê a sua vida mudar quando a mãe morre. Durante anos é apontada e atormentada na sua aldeia natal no México por causa da marca hedionda que tem no corpo. Ela rejeita ficar com a avó, e decide partir para os EUA à procura de alguém que a ajude. E é em Los Angeles que Jamilet vai descobrir a beleza do amor e da amizade, ao conhecer Don Peregrino.
   É este o enredo de uma história inspiradora, de redenção e amor, que percorre o milenar Caminho de Santiago. Cecilia Samartin, «a sucessora de Isabel Allende» como foi apelidada pela revista Magazine, dá-nos uma perspetiva iluminadora do verdadeiro significado da beleza.»

A crítica
«A mensagem mais importante deste maravilhoso livro, que fala sobre acreditar em milagres, o poder de contar uma história e o valor relativo da beleza, é esta: Somos belas se acreditarmos na nossa pópria beleza» - Magazine

«O sofrimento silencioso de Jamilet como criança marcada é aqui retratado com um realismo excecional.» - Entertainment Weekly 

«Um inesquecível conto de fadas para os tempos modernos… Cecilia Samartin brinda-nos com a performance de uma escritora virtuosa, capaz de fundir o exotismo latino com temas intemporais como o amor, a redenção e as inesperadas bênçãos da fé e da amizade.» - The Advocate

A autora
   Cecilia Samartin nasceu na revolucionária Havana, em Cuba. Ainda hoje não esquece o momento em que, enquanto a família e amigos dançavam alegremente no pátio, na cozinha a mãe chorava no ombro do pai. Foi a primeira vez que se apercebeu que uma tragédia se tinha abatido sobre a família. 
   Cecilia levou anos a perceber porque é que não cresceu na sua terra natal, fazendo parte de uma típica primeira geração de “Cuban American”. 
   A adolescência não foi muito tranquila, com as diferenças culturais a serem, por vezes, demasiado evidentes e, por vezes conflituosas. “Trabalhar duro e, por Deus, ser cuidadoso”, foi este o lema dos pais da autora que, sempre próxima das suas origens, decidiu tirar psicologia na UCLA de forma a poder ajudar a sua comunidade.
   Há mais de 20 anos que Cecilia Samartin ajuda emigrantes da América Latina a adaptarem-se às suas novas vidas, trabalho ao qual vai buscar muita da sua inspiração para escrever. É a autora de Broken Paradise, livro aclamado pela crítica, pelo qual recebeu o Mariposa Award.

Novidade Porto Editora: "As Horas Distantes" de Kate Morton

Género: Literatura
Tradução: Cristina Correia 
Págs: 528 
Capa: mole com badanas 
PVP: 18,80 € 
Lançamento: 09/02/2012 

   Uma estrela da literatura australiana

 Novo romance de Kate Morton consolida reconhecimento da jovem escritora

   A 16 de fevereiro, a Porto Editora publica o novo romance de Kate Morton, As Horas Distantes. Tal como os romances anteriores – O Segredo da Casa de Riverton e O Jardim dos Segredos –, este As Horas Distantes foi considerado livro do ano na Austrália, facto que consolidou o reconhecimento da jovem escritora e lhe conferiu o estatuto de estrela da literatura daquele país.
  Kate Morton está traduzida em mais de trinta países e os seus livros não são aclamados apenas na Austrália – figuraram todos na lista de bestsellers do prestigiado The New York Times.

O livro
   «Tudo começa quando uma carta, perdida há mais de meio século, chega finalmente ao seu destino...
   Evacuada de Londres, no início da II Guerra Mundial, a jovem Meredith Burchill é acolhida pela família Blythe no majestoso Castelo de Milderhurst. Aí, descobre o prazer dos livros e da fantasia, mas também os seus perigos.
   Cinquenta anos depois, Edie procura decifrar os enigmas que envolvem a juventude da sua mãe e a sua relação com as excêntricas irmãs Blythe, que permaneceram no castelo desde então. Há muito isoladas do mundo, elas sofrem as consequências de terríveis acontecimentos que modificaram os seus destinos para sempre.
   No interior do decadente castelo, Edie começa a deslindar o passado de Meredith. Mas há outros segredos escondidos nas paredes do edifício. A verdade do que realmente aconteceu nas horas distantes do Castelo de Milderhurst irá por fim ser revelada...» 

Primeiras páginas: aqui

A crítica
«Um cativante thriller romântico... que irá deslumbrar os leitores.» - Publisher's Weekly, EUA, Starred Review
«Um castelo em ruínas, gémeas aristocráticas, uma irmã perturbada e uma série de sombrios segredos lançam um sussurrante feitiço neste novo livro de Kate Morton.» - Marie Claire, RU
«Uma leitura viciante cheia de mistério e suspense.» - ASOS magazine
«Neste terceiro romance, Morton escreve no seu habitual estilo envolvente, conduzindo-nos até ao interior da família Blythe e levando-nos a viver intensamente cada peripécia.» - Waterstones Books Quarterly

A autora
  Kate Morton cresceu nas montanhas do Sudoeste de Queenland, na Austrália. Licenciou-se em Teatro e,  mais recentemente, em Literatura Inglesa. Kate vive com o marido e os dois filhos em Brisbane, num palacete do século XIX repleto de mistérios. As horas distantes é o seu terceiro romance, depois do sucesso internacional obtido com O Segredo da Casa de Riverton e O jardim dos segredos. Os seus livros estão publicados em 31 países. 

Da mesma autora:
  

Novidade Bertrand: "O Projeto Atena" de Brad Thor


Género: Thriller
Tradutor: Ester Cortegano
Formato: 15 x 23,5 cm
N.º de páginas: 312
Data de lançamento: 10 de fevereiro
PVP: 16,50 €

   O Projeto Atena é o novo livro de Brad Thor, autor de O Último Patriota e de O Apóstolo, e ex-membro do Departamento de Segurança Interna dos EUA.

   Um thriller com muita ação, onde toda a ciência apresentada é baseada na realidade.

   «A maior força de elite contraterrorista do mundo atinge um nível nunca antes visto. Os novos membros da Força Delta são tão qualificados, temíveis e mortíferos como os seus colegas e distinguem-se apenas numa característica: o seu sexo.
  Integrados num programa ultrassecreto, composto exclusivamente por mulheres e designado Projeto Atena, quatro dos elementos mais brilhantes da Delta estão prestes a começar uma das missões mais perigosas dos EUA.
   Quando um atentado terrorista em Roma mata mais de vinte cidadãos americanos, Gretchen, Julie, Megan e Alex recebem como missão encontrar o traficante de armas veneziano responsável pelos explosivos. Mas esta história é mais complexa do que se poderia imaginar.
   Nas selvas da América do Sul, um jovem agente da Inteligência norte-americana fez uma descoberta chocante. Ao mesmo tempo, no Colorado, um espião de nacionalidade estrangeira está prestes a penetrar num misterioso segredo que o governo norte-americano tem mantido oculto sob o Aeroporto de Denver.
    À medida que as quatro agentes se aproximam do seu alvo, descobrem que um novo atentado, de proporções inimagináveis, já está em andamento, e a maior ameaça que enfrentam pode muito bem ser os segredos guardados pelo seu próprio governo.»

A crítica
«Um brutal mestre do suspense.» - James Rollins
«Um thriller que tanto homens como mulheres vão adorar.» - The New York Times
«Brad Thor é tão atual como os cabeçalhos dos jornais de amanhã.» - Dan Brown
«Brad Thor é sempre a abrir!» - Tess Gerritsen 

A autor
   Brad Thor estudou Escrita Criativa na Universidade da Califórnia do Sul e trabalhou no Programa Analítico Célula Vermelha, do Departamento de Segurança Interna. É o fundador da Thor Entertainment, uma empresa premiada e que exporta conteúdos para todo o mundo. Todos os seus livros são best-sellers do New York Times.


Do mesmo autor na Bertrand:
O Primeiro Mandamento
O Último Patriota
O Apóstolo

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Novidade Bertrand: "Peregrinos" de Elizabeth Gilbert

Género: Contos/ Ficção
Tradutor: Fernanda Oliveira
Formato: 15 x 23,5 cm
N.º de páginas: 208
Data de lançamento: 10 de fevereiro
PVP: 15,50 € 

   A estreia literária da autora do sucesso Comer, Orar, Amar. Um conjunto de contos recheados de personagens peculiares e diálogos divertidos

   «Os cowboys, as strippers, os trabalhadores e os ilusionistas de Peregrinos estão todos em movimento para chegarem a algum lado ou para se tornarem alguém. Muitas vezes interpretam mal as coisas, encontram-se nos lugares errados, seguem caminhos que não deviam, mas os heróis e heroínas de Elizabeth Gilbert são calejados pelas suas experiências, lutam pelas suas epifanias. Nunca perdem de vista a esperança e, embora por vezes atuem cegamente, fazem-no sempre com coragem.
   Uma coleção de histórias escritas com sagacidade e ternura, com a graça e o calor inimitáveis da autora de Comer, Orar, Amar

A crítica
«Delineia lindamente as suas personagens, e as suas frases são incisivas e luminosas.» - Los Angeles Times
«O melhor tipo de estreia literária: a espantosa exibição de uma escritora versátil a fletir os músculos e a abordar um vasto leque de temas.» - Kirkus Reviews
«A primeira coleção de contos de Gilbert é notável pela sua amplitude, variedade de cenários e temas. Uma obra de estreia extraordinária. Altamente recomendado.» - Library Journal
«Gilbert tem todas as características de uma grande escritora: simpatia, inteligência e um ouvido incrível para o diálogo» - Harper’s Bazaar

A autora
   Elizabeth Gilbert nasceu no Connecticut em 1969. É autora de Peregrinos, de Filha do Mar, O Último Homem Americano, uma biografia nomeada para o National Book Award e para o National Book Critics Circle, Comer, Orar, Amar e Comprometida: Uma História de Amor. Trabalhou na revista GQ e foi nomeada três vezes para o prémio National Magazine pela peculiaridade da sua escrita.
   Vive em Nova Jérsia com o marido.

Da mesma autora na Bertrand:
Filha do Mar
O Último Homem Americano
Comer, Orar, Amar
Comprometida: Uma história de amor

Sessão de autógrafos: Rita Alvim

Novidade Bertrand: "A História da Rapariga Bonita‏" de Rachel Simon

Género: Romance
Tradutor: Fernanda Oliveira
Formato: 15 x 23,5 cm
N.º de páginas: 344
Data de lançamento: 10 de fevereiro
PVP: 16,50 €   

   John Grogan, autor de Marley & Eu, deixa um aviso aos leitores: depois de se começar a ler este livro vai ser muito difícil parar.

   Uma história de coragem e amor, onde as barreiras das diferenças são ultrapassadas.

   «Estamos em 1968. Lynnie, uma jovem branca com um ligeiro atraso, e Homan, um afro-americano surdo, vivem fechados e esquecidos numa instituição. Profundamente apaixonados um pelo outro, fogem e refugiam-se na quinta de Martha, uma professora reformada, agora viúva. Mas o casal não está sozinho: Lynnie acabou de dar à luz uma menina. Quando as autoridades os encontram nessa mesma noite, Homan consegue fugir, mas Lynnie é apanhada. Contudo, antes de ser levada à força para a instituição, consegue sussurrar a Martha estas palavras: «Esconde-a.» E é assim que tem início a viagem épica de Lynnie, Homan, Martha e Julia, a bebé, separados por obstáculos aparentemente incontornáveis, mas que hão de vir a reencontrar-se por força de um pacto secreto e de um amor extraordinário.»

A crítica
«Arrebatador» - Oprah Magazine
«Verdadeiramente emocionante.» - Entertainment Weekly
«De uma beleza inesperada.» - The Christian Science Monitor
«O melhor livro que eu já li.» - Dan Gottlieb, autor de Cartas para Sam

A autora
   Rachel Simon é uma autora premiada e uma célebre oradora norte-americana. Este é o seu segundo livro, após o sucesso extraordinário de Riding The Bus with My Sister.

Novidade Bertrand: "A Rainha Corvo" de Jules Watson

Género: Fantástico
Tradutor: Inês Passos
Formato: 15 x 23,5 cm
N.º de páginas: 568
Data de lançamento: 17 de fevereiro
PVP: 19,90 €
 
   Depois de A Lenda do Cisne, Jules Watson traz-nos a continuação desta história deslumbrante de encantamento e desejo, baseada numa das mais incríveis lendas celtas, trazendo à luz a vida de Maeve, a Rainha Corvo.

   «Maeve nasceu para ser um joguete que o seu pai poderia usar como bem entendesse de forma a manter as suas terras em segurança. Forçada a casar-se, os seus desejos nunca foram respeitados. Mas o espírito livre de Maeve não irá suportar muito mais as maquinações do seu novo marido, Conor, o astucioso rei de Ulster. Quando a morte do seu pai deixa a sua terra natal à mercê de senhores gananciosos e das forças de Conor, Maeve apercebe-se de que precisa de usar o seu próprio poder de modo a travá-los.
   Com perícia e inteligência, Maeve prova que é igual a qualquer outro guerreiro no campo de batalha e, para combater a perigosa magia dos mais antigos deuses, procura ajuda junto a Ruán, um druida errante, cuja paixão inesperada e estranha ligação ao mundo dos espíritos revelam a Maeve a verdade sobre si mesma, colocando-a em guerra com o seu dever e o seu destino.»

A crítica
«Watson utiliza a sua prosa magnífica e profundo conhecimento Celta para tecer um romance espantoso, positivo e mágico. Uma história de amor soberba, com personagens inesquecíveis.” - Romance Reviews Today

A autora
   Jules Watson nasceu em Perth, Austrália. Após ter terminado o curso de Arqueologia, na Universidade de Perth, viajou durante algum tempo por todo o Reino Unido, seguindo-se Alemanha, França, Turquia, Jordânia e Peru. Ao regressar, tirou uma segunda licenciatura em Relações Públicas, tendo trabalhado como escritora freelance. Os seus primeiros trabalhos consistem maioritariamente em poemas e pequenos contos, tendo sido vencedora de um concurso literário aos 15 anos. Reside, atualmente, na Escócia.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

O Mago: Aprendiz



Título original: Magician
Autor: Raymond E. Feist
Nº de páginas: 416
Editora: Saída de Emergência
Colecção: Bang!

Sinopse
«Na fronteira do Reino das Ilhas, existe uma cidade tranquila chamada Crydee. Nessa cidade, vive um rapaz órfão de nome Pug. Trabalhando nas lides do castelo que o acolheu, ele sonha com o dia em que se tornará um guerreiro valoroso ao serviço do rei. Mas o destino troca-lhe as voltas e o franzino Pug acaba por tornar-se aprendiz do misterioso Mago Kulgan. Nesse dia, o destino de dois mundos altera-se para todo o sempre. Subitamente a paz do reino é esmagada, sem piedade, por misteriosas criaturas que devastam cidade após cidade. Quando o mundo parece desabar a seus pés, Pug percebe que apenas ele poderá mudar o rumo dos acontecimentos, penetrar as barreiras do espaço e do tempo, e dominar os poderes de uma nova e estranha magia... Esta é uma viagem por reinos distantes e ilhas misteriosas, onde irá conhecer povos e culturas exóticas, aprender a amar e descobrir o verdadeiro valor da amizade. Mas, no seu caminho, terá de enfrentar tenebrosos perigos e derrotar os inimigos mais cruéis.»

Opinião
O sugestivo título desta obra obrigou-me a adquiri-la sem relutância. Magia é área que eu gosto no que toca a literatura, e quando surge uma oportunidade para me debruçar sobre este tipo de fantasia faço-o automaticamente. No entanto, este livro, a meu ver, pecou por não demonstrar tanto dessa vertente quanto eu gostaria. Dadas as minhas fortes expectativas, esperava algo mais incidente neste tópico. No entanto, é este o único aspecto negativo que se ressalva. Porque para além disso, tudo o resto se enquadra numa qualidade e consistência magistralmente admiráveis.

Referindo primeiramente o enredo, temos um imponente reino em que impera a paz e a tranquilidade. Nele vive um conjunto de personagens que coabitam em harmonia. Até que, inesperadamente, se desencadeia um acontecimento, muito mais temível que aquilo que aparenta ser. A partir daqui, gera-se a trama que nos guiará por cenários esplêndidos e caóticos, por tempos remotos e até ao desconhecido, numa batalha constante que irá por em causa a segurança que outrora este povo conheceu. 

Feist enraizou neste primeiro volume uma diversa e esplêndida cultura. Os povos e costumes que acompanham esta jornada são encantadores, misteriosos, adensando uma história que de si já é largamente promissora. Facilmente somos transportados tanto para um paraíso acolhedor como para uma profunda escaramuça, através de um detalhe imenso que nos permite conhecer tais locais como se, de facto, existissem diante de nós. Este detalhe é uma característica que, para uns, poderá ser excessiva, mas que a meu ver só permite envolvermo-nos melhor com a acção descrita. Os acontecimentos são, assim, retratados e vividos intensamente. É também importante referir que a narração é imprevisível. Nunca se espera pelo ocorrer do inesperado, nem mesmo quando as circunstâncias o obrigam.

Mas, sem dúvida, o que se sobressalta no encalço de muitos admiráveis atributos é a singularidade das personagens que nos são apresentadas. Inicialmente, conhecemos Pug, o rapaz sobre o qual, supostamente, a acção se centraria. Isto pois ao longo do livro deparamo-nos com muitas outras personagens, cada uma com as suas próprias características mas quase com a mesma relevância. Quase todas elas são detalhadas, ressalvando as suas características mais profundas, o que permite uma maior intimidade do leitor com as mesmas. E por isso mesmo, penso que não existe uma personagem que se destaque. Todas elas revelam um enorme fascínio, à sua própria maneira. Ora, Pug é aquela personagem introdutória, aquela que envolve os mistérios iniciais. É claro que desejamos conhecê-la ao início, mas à medida que se deparam as novas figuras da trama é impossível não desenvolver igual fascínio. Feist não perde nenhuma personagem pelo caminho, retomando de quando em vez o seu rumo, um aspecto admirável. 

O companheiro de Pug, Tomas, é igualmente afável. Fervilhando sonhos e traçando o seu futuro, e apesar de enveredar por um caminho diferente de o de Pug, partilha com ele longas horas proporcionado divertidos momentos mesmo quando o temor ameaça cair sobre o reino de Crydee. E para além destes heróis, há ainda muitas outras maravilhosas personagens, que conservam em si uma descoberta de enorme prazer.

Quanto à escrita, esta pode considerar-se consistente e polida. Não é muita leitura tão fluente quanto outras do género, pois é necessário assimilar o conteúdo das palavras e o modo como se distribuem. É, ainda assim, bastante agradável.

Com o incerto término desta obra, apenas anseio pelo próximo volume. O que irá acontecer a Crydee e aos seus habitantes? Qual o destino que lhes está reservado? Irá o povo ter força suficiente para extinguir a batalha das suas barreiras? Muitas são as questões que merecem resposta, e muitos são os enigmas que pairam neste mundo. Tenho a certeza que esta forte história ainda tem muito para revelar. 

No âmago de tamanha fantasia, emoção e surpresa, O Mago é um enlace de crescente magnitude. Um mundo de riquíssimas personagens e conhecimento, que é inegavelmente uma leitura a seguir de perto.

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Resultado do Passatempo: "O Nascimento de Vénus" de Sarah Dunant

   Terminou mais um passatempo do blogue. Agradeço a todos os que nele participaram e, claro, à ASA por oferecer este fantástico livro.
  Desta vez não houve a mesma aderência que houve em passatempos anteriores, talvez devido ao carácter do passatempo que exigia um pouco mais dos participantes. Ainda assim, todas as participações recebidas me agradaram. Cada um, à sua própria maneira, deu a resposta apropriada. 
   No entanto, só um poderia receber o prémio. E dentro de todas as respostas, aquela que mais me surpreendeu foi aquela que seleccionei como vencedora. 
  E quem leva para casa um exemplar do livro O Nascimento de Vénus, da autora Sarah Dunant, é:

Ana Rita Domingos

   Muitos parabéns à vencedora! O livro da ASA que elegeu foi O Protector, da autora Madeline Hunter. Aqui fica a sua resposta:

Num mundo recheado de páginas, 
numa prateleira de autores sem fim, 
procurando o próximo companheiro de viagens 
um livro de mil escolhi, enfim! 

Numa terra pela guerra devastada 
onde cavaleiros gritam aos ventos sussurrantes, 
na peste, a forma da morte gelada 
une corajosos corações nas lutas imperantes. 
Nas febres e delírios da negritude da noite 
reza a bela dama pela alma do seu senhor 
e pelo corpo do guerreiro pelo povo aceite. 
Espadas, armaduras, guerreiros destemidos… 
Espartilhos, vestidos, damas no seu esplendor… 
São os leitores, por séculos, em frente compelidos 
por viagens além-mar, além sofrimento e além dor. 

Amor, ódio, paixão desenfreada… 
Poder, conflitos, romance, segurança… 
Sentindo a história a cada página desfolhada 
Madeline Hunter cativou-me pela sua confiança, 
hipnotizou-me, sim! uma leitora fascinada! 
Lutando contra o sono, oh! vivendo o passado, 
horas e horas da mais pura emoção 
conseguidas pela mestria e um toque sedutor. 
Por motivos infindáveis é esta razão 
pela escolha de “O protector”.

  À vencedora, espero que aprecie esta leitura! Aos outros participantes, terão mais oportunidades em passatempos futuros. Lembrem-se que todos podem ser vencedores.

   Boas leituras!

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Comunidade dos Selos

   É assim que se convive na rede dos blogues. Não só a partilhar os mesmos gostos, mas também a ajudar-nos mutuamente no sucesso de cada espaço a que nos dedicamos.
   Este selo foi oferecido pelo Leituras de A a B e pelo Pereira's Book's, aos quais dirijo o meu profundo obrigado!
   Conforme mandam as regras, vamos oferecê-lo também a cinco blogues com menos de 200 seguidores:



Regras:
1. Link de volta com o blogueiro que lhe deu;
2. Cole o selinho em seu blog;
3. Escolha 5 blogs para repassá-lo, que tenham menos de 200 seguidores;
4. Deixar comentário avisando que estão recebendo o selinho.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Último dia do passatempo!


















   
    Amanhã é o último dia em que podem participar neste passatempo em colaboração com a ASA. Para os que ainda não o fizeram, consultem aqui o que precisam de fazer para se habilitarem a ser o(a) vencedor(a).
   Não percam a oportunidade de receber este magnífico livro! Sejam criativos e terão esta merecedora recompensa!

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Novidades Civilização - Fevereiro

A Senhora dos Rios
Philippa Gregory
Páginas: 568
Tradução: Maria Beatriz Sequeira
Capa mole
PVP: 17,90 €

   O ÚLTIMO DA TRILOGIA BESTSELLER INICIADA COM A RAINHA BRANCA

Sinopse
   «Jacquetta é casada com o Duque de Bedford, regente inglês da França, que lhe dá a conhecer um mundo misterioso de conhecimento e de alquimia. O único amigo de Jacquetta é o escudeiro do duque, Ricardo Woodville, que está a seu lado quando a morte do duque faz dela uma viúva jovem e rica. Os dois tornam-se amantes e casam em segredo, regressando à Inglaterra para servir na corte do jovem monarca Henrique VI, onde Jacquetta vem a ser uma amiga próxima e leal da sua nova rainha. Depressa os Woodville conquistam uma posição no núcleo da corte de Lencastre, apesar de Jacquetta pressentir a crescente ameaça vinda do povo da Inglaterra e o perigo de rivais pretendentes ao trono. Mas nem a coragem e a lealdade dos Woodville bastam para manter no trono a Casa de Lencastre. Jacquetta luta pelo seu rei, pela sua rainha e pela sua filha Isabel, para quem prevê um futuro extraordinário e surpreendente: uma mudança de destino, o trono da Inglaterra e a rosa branca de Iorque.»


Anatomia de um Desaparecimento
Hisham Matar
Páginas: 200
Tradução: Teresa Swiatkiewicz
Capa mole
PVP: 17,90 €

   AUTOR FINALISTA DO MAN BOOKER PRIZE 2006

Sinopse
   «Nuri é ainda um rapaz quando a mãe morre. Parece que nada poderá preencher o vazio que a sua estranha morte deixa no apartamento do Cairo que Nuri partilha com o pai. Até aparecer Mona. Quando Nuri vê Mona pela primeira vez, com o seu fato de banho amarelo, sentada na borda da piscina da estância de férias do Magda Marina, o mundo à sua volta deixa de existir. Mas é pelo pai de Nuri que Mona se apaixona e com quem acaba por casar – e a sua felicidade consome Nuri ao ponto de ele desejar tirar o pai do caminho. Contudo, Nuri depressa se arrepende de o ter desejado. Quando o seu mundo e o da sua madrasta são abalados por acontecimentos que não conseguem controlar, ambos se apercebem do pouco que realmente sabiam sobre o homem que amavam.»


Civilização - O Ocidente e os Outros
Niall Ferguson
Páginas: 488 + 24
Tradução: Miguel Mata
Capa mole
PVP: 18,90 €

Sinopse
   «Se no ano de 1411 pudéssemos circum-navegar o mundo, ficaríamos deveras impressionados com as deslumbrantes civilizações do Oriente. A Cidade Proibida estava em construção na Beijing ming; no Próximo Oriente, os Otomanos cercavam Constantinopla. Devastada pela peste, pela falta de um sistema de esgotos e pela guerra incessante, a Inglaterra era, em contraste, um miserável charco de água estagnada. […] O que caracterizava a civilização da Europa Ocidental e que consistiu num trunfo em relação aos aparentemente superiores impérios do Oriente? A resposta, segundo Niall Ferguson, é que o Ocidente desenvolveu seis “aplicações-chave” que os Outros não possuíam: competição, ciência, democracia, medicina, consumismo e ética de trabalho. A pergunta-chave hoje é se o Ocidente terá ou não perdido o seu monopólio nestas seis áreas. Se assim for, avisa Ferguson, podemos estar a viver o fim da ascendência ocidental.»


André topa-tudo no País dos Gigantes
António Torrado
Páginas: 172
Ilustração: Madalena Moniz
Capa mole
PVP: 7,70 €

Sinopse
   «A família Mourato está prestes a aumentar com o nascimento do André. Tudo corre normalmente até que o patrão do pai Mourato, um excêntrico cientista, convence o resto da família a fazer uma experiência com o bebé que vem aí. A experiência – diz ele – vai fazer do André a pessoa mais sábia e inteligente do mundo! Mal sabem eles no que se vão meter! A história do prodigioso André topa-tudo é uma aventura delirante, cheia de peripécias e de humor… Só lendo é que se acredita!»


A Música da Lua (Leila Blue - N.º 2)
Miriam Dubini
 
Páginas: 176
Tradução: Francesco Mai
Capa mole
PVP: 9,20€ 

Sinopse
   «Leila acaba de descobrir que é uma bruxa, mas não é uma bruxa qualquer! Ela é a Sem Fragmento: a primeira bruxa com um coração puro! Dentro de alguns dias, começará com as aulas de magia e, o melhor de tudo, vai aprender a voar numa vassoura. Entretanto, nas aulas de música, a pequena bruxa encontra Astra e as duas tornam-se de imediato as melhores amigas. Leila vai ajudá-la a preparar-se para a audição com Joyce Q, a famosíssima cantora que está a selecionar novos talentos pelo mundo fora. Astra faria qualquer coisa para ganhar as audições… e Florian sente logo que algo não bate certo!»


Histórias de Lobos Bons / Histórias de Lobos Maus
Luísa Ducla Soares e Francisco Cunha (Ilustrador) 
Páginas: 80 
Capa dura
PVP: 13,99 €  

Sinopse
   «O lobo é o elemento comum e o pretexto para contar um episódio da vida de S. Francisco de Assis, as histórias de uma menina americana, de uma velhinha, de um rapaz malandro, de sete cabritinhos e da fundação de Roma. Uns ficaram para a história como lobos bons, outros são considerados lobos maus mas, a todos, Luísa Ducla Soares deu o seu toque de humor e humanismo. Um livro com duas faces.»


Finório e o plano das maçarocas 
Mat Head 
Páginas: 24
Capa dura
PVP: 11,50 € 

Sinopse
«O Finório é um gato que adora comer bolos de peixe e dormir umas sonecas. Uma noite, recebe um telefonema da Pena Branca. Há um alerta geral por causa de uma raposa e os nervosos animais precisam da sua ajuda. Será que o Finório consegue rapidamente engendrar um plano para enganar a raposa astuta?»


Caras
Matthew Van Fleet 
Páginas: 16
Capa dura
PVP: 15,30 €  

Sinopse
   «Oito abas para puxar, sete texturas para sentir e uma fantástica página desdobrável final revelam surpresas interativas onde uma série de personagens irresistíveis usam as suas caras para demonstrar opostos, ações e muito mais!»

Novidade Bertrand: "Dinheiro de Sangue" de David Ignatius‏

Género: Thriller
Tradutor: José Luís Luna
Formato: 15 x 23,5 cm
N.º de páginas: 384
Data de lançamento: 27 de janeiro
PVP: 17,50 €


   Explosivo thriller político numa linha narrativa que encontra paralelo em Daniel Silva

   «Alguém no Paquistão anda a matar os membros de uma unidade de inteligência da CIA que tenta comprar a paz aos inimigos da América. Cabe a Sophie Marx, uma jovem agente, descobrir os culpados e as suas razões. O seu ponto de partida é Londres, mas a investigação não tarda a alargar-se a vários outros pontos do globo.
   Sophie parece ter um forte apoio de várias frentes, mas, à medida que se aproxima do cerne da questão, começa a perceber que nesta galeria de espelhos nada é aquilo que parece ser. Encontra-se perante um teatro de violência e vingança, do qual não poderia sequer ter imaginado o último ato.
   Um romance inquietante e envolvente em que o preço das políticas adotadas é pago com sangue e a paz só é possível através da traição.»

A crítica
«Pode ser ficção, mas, no final, o leitor vai ficar surpreendido com a verosimilhança desta história… Um romance fantástico e credível acerca das interseções entre política, ética e finança» - Kirkus Reviews

«Ignatius projeta um vibrante leque de personagens e a mística da Internet para construir uma história de leitura compulsiva acerca das hostilidades extremas no Paquistão e no Afeganistão. Um romance imperdível para os leitores de thrillers de espionagem e suspense e que os vai deixar desejosos do próximo.» - Library Journal

«Ignatius, especialista em intriga internacional prossegue com a sua viagem ficcional pelos cenários terroristas mais extremos com este thriller tão atual» - Publishers Weekly

«Rápido, furioso e com imensas reviravoltas narrativas» - Guardian

«Transborda autenticidade. A não perder.» - Daily Mail

O autor
   David Ignatius estudou em Harvard e no King’s College, em Cambridge. Atualmente colunista do Washington Post, faz a cobertura da CIA e do Médio Oriente há vinte e cinco anos, tendo desempenhado, em diversos momentos, as funções de repórter, correspondente no exterior, editor e colunista. Está também à frente do projeto PostGlobal, um fórum online sobre assuntos internacionais, que mantém com um colega da Newsweek.
   Tem cinco romances anteriores publicados, um dos quais – Corpo de Mentiras – foi já adaptado ao cinema por Ridley Scott e protagonizado por Leonardo DiCaprio e Russell Crowe. Jogo Duplo está a ser adaptado ao cinema e os direitos deste Dinheiro de Sangue também já foram vendidos. 

Do mesmo autor na Bertrand:
Corpo de Mentiras
Agentes da Inocência
Jogo Duplo 

Novidade ASA: "Uma Noite de Amor" de Mary Balogh

Colecção: Romance
Nº de páginas: 368                            
PVP: 15,90€

   Ele é um aristocrata, um homem de sucesso e poder. Mas o seu coração ficou destroçado... em Portugal.

O livro
   «Numa manhã perfeita de Maio…
   Neville Wyatt, conde de Kilbourne, aguarda a sua noiva no altar. Mas, para espanto geral, em vez da bela jovem que todos conhecem aparece uma mendiga andrajosa. Perante a nata da aristocracia, o perplexo conde olha para ela e declara que é Lily, a sua mulher! Ao olhar para aquela que em tempos desposou, que amou e perdeu nos campos de batalha de Portugal, ele compromete-se a honrar o seu compromisso… apesar do abismo que agora os separa.
    Até que Lily fala com franqueza…
   E afirma querer começar de novo… e que Neville a ame verdadeiramente. Para isso, sabe que terá de estar à altura das expectativas dele, o que a leva a aceitar ser dama de companhia da sua tia e aprender as boas maneiras. A determinada Lily rapidamente conquista a admiração da alta sociedade, demonstrando ser uma condessa à altura do seu conde. Por seu lado, Neville está disposto a tudo para provar à sua formidável mulher que o que sentiu por ela no campo de batalha foi muito mais que desejo, muito mais do que o arrebatamento de…»

A autora
   Autora premiada e presença constante nas listas de bestsellers do New York Times, Mary Balogh cresceu em Gales, terra de mar e montanhas, músicas e lendas. Ela levou consigo a música e uma imaginação vívida quando se mudou para o Canadá. Aí desenvolveu uma segunda carreira como autora de livros com finais felizes e que celebram o poder do amor. Os seus romances históricos venderam já mais de 4 milhões de exemplares em todo o mundo.

   Para mais informações sobre a autora pode consultar o site www.marybalogh.com